CRÍTICA DO FILME “BONECO DO MAL”

O filme “Boneco do Mal” dirigido por William Brent Bell (“The Devil Inside”) e protagonizado pela atriz Lauren Cohan (Maggie do “The Walking Dead”) não pode ser classificado como nada além do que uma fabulosa surpresa. Contando a história de uma babá americana (Cohan) que vai até um pacato vilarejo na Inglaterra para cuidar do filho de um casal de idosos, o filme de terror é um engenhoso e bem planejado roteiro que em algumas passagens te garante sustos, em outras te deixa apreensivo e o final (sem spoilers, ok?) te faz sair do cinema dizendo “Uau! Como eu não pensei nisso?”.


A história do filme também não é vazia, paralela à história do boneco Brahms, conta-se também o passado da babá Greta, tornando esta personagem alguém crível, que se pode visualizar e não uma personagem vazia que tantos filmes de terror fazem questão de nos bombardear, o estereotipo da protagonista gostosa que a única função é fugir da assombração da qual o filme trata.

Lauren Cohan mostrou profundo comprometimento com a sua carreira ao não aceitar fazer um filme apenas para se estar nas telonas, mas sim uma produção aceitável, que conta uma boa história e dá um final surpreendente ao que estava sendo narrado. A atriz de forma alguma desceu do patamar que já havia alcançado anteriormente com sua personagem Maggie da série americana “The Walking Dead”.

Embora muitos estabeleçam comparações entre “Boneco do Mal” e “Annabelle”, por ambos tratarem de bonecos assombrados, eu posso garantir que as semelhanças param por aí, pois o universo de ambos os filmes é completamente diferente.


“Boneco do Mal” é uma excelente pedida para se assistir com a namorada no fim de semana ou com os amigos depois de um dia cansativo de aula.  
CRÍTICA DO FILME “BONECO DO MAL” CRÍTICA DO FILME “BONECO DO MAL” Reviewed by Luciano Galvão on 15:40:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...