Glee | Criador revela como seria o final se Cory Monteith não tivesse morrido

De acorodo com o Entertainment Weekly, durante o velório do ator Cory Monteith, o Finn de Glee, o criador da série, Ryan Murphy falou sobre o final da série, se Cory não tivesse morrido.

“O final de Glee é algo que eu nunca compartilhei com ninguém, mas sempre soube. Isso era uma fonte de conforto, um norte a seguir. No final da sexta temporada, Rachel teria se tornado uma grande estrela da Broadway, o papel que ela nasceu para interpretar. Finn iria se tornar um professor, feliz em Ohio e em paz com sua escolha, não se sentindo mais como um perdedor. A última linha do diálogo seria essa: Rachel volta para Ohio, satisfeita e ao mesmo tempo nem tanto, e visita o coral de Finn. ‘O que você está fazendo aqui?’, pergunta ele. ‘Eu estou em casa’, ela responde. A tela fica escura. Fim”, falou Ryan.

Mas só eu achei o final meio vago? Isso é um final planejado, como todo esse ar de continuação? Eu ia odiar assistir isso, para algo planejado eu quero assistir um final e ter a sensação de fim de série. E você, o que achou?
Glee | Criador revela como seria o final se Cory Monteith não tivesse morrido Glee | Criador revela como seria o final se Cory Monteith não tivesse morrido Reviewed by VR on 19:36:00 Rating: 5

Um comentário

  1. Eu ainda acredito que não deva acabar. O Glee é um referencia tanto para pessoas que passam pelo que os personagens passam quanto para revelar novos artistas talentosos, o Cory está fazendo muita falta na vida de quem acompanhou a série. Mas algo me diz que esse não era o fim planejado. Eu penso as vezes que ele tinha em mente uns planos aleatórios. Essa é minha opinião e não deve acabar, eu quero seguir meu sonho de ser artista por causa do Glee, por causa da série, eu tenho um coral e por causa do Cory eu sou o líder do meu coral. Pode-se aprender muito com o Glee e não pode acabar, nem que eu tenha que escrever outras temporadas. kkkk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...