Superman Live: 1996

Pelo menos 1 em cada 5 fãs do Superman, deve saber que em 1996, Tim Burton tentou fazer o quinto filme (na época), do Superman. Mas o projeto não saiu da pré-produção. Já que vários fãs rejeitaram as grandes modificações que seriam feitas no Superman.

Anos depois, de acordo com Kevin Smith, roteirista escolhido por Tim Burton, o filme retrataria a morte e o renascimento do Superman, e neste contexto o filme teria como vilões, Lex Luthor e Brainiac. O  roteiro de Smith tinha tudo pra ser o perfeito filme do Superman. Leiam um pouco:

"Em Metrópolis, o milionário Luthor se empenha em aprovar, junto ao Congresso, o Wertham Act, projeto para diminuir a atuação de vigilantes uniformizados. Como a governadora Bree era contra o projeto, Lex Luthor manda o Pistoleiro, velho inimigo do Batman, mata-la. Quando o vilão vai matar a governadora, eis que surge então Superman pela primeira vez no filme.
 

Após o atentado, Brainiac e Luthor finalmente se encontram e traçam um plano para acabar com o herói. O robô espacial então modifica o uso de uma estação espacial da LexCorp, que iria captar energia do Sol para comercializa-la, e faz com que ela comece a bloquear a luz do astro. Sendo assim, Superman se vê obrigado a enfrentar Apocalipse sem sua fonte de energia, e acaba morrendo.
O funeral do Homem de Aço mobiliza toda a cidade. Batman faz uma aparição especial, emitindo da batcaverna uma mensagem de alento a população de Metrópolis. Surgem então, nos céus da cidade, uma imensa frota alienígena, pronta pra invadir a Terra. Lex Luthor diz a população que Brainiac era mestre do falecido Superman e o único capaz de derrotar a armada extraterrestre, que não passava de uma projeção criada pelos dois.



Graças a hábil eloqüência dos vilões, todos são levados a crer que apenas o bloqueio dos raios solares salvará o planeta. Luthor se transforma no único fornecedor de energia do mundo e Brainiac em herói. Já na Fortaleza da Solidão, Erradicador desperta com a morte de Kal-El e também detecta a presença da inteligência artificial na Terra. Programado por Jor-El para defender a vida do filho, o computador transporta o corpo do Superman para lá, lhe devolvendo a vida."

Mas, Tim Burton não gostou da ideia e descidiu criar um novo roteiro, já que Burton achava a roupa do Superman gay e queria criar um Supermovel, trocar os poderes do Superman, por elétricos e trocar a roupa colorida por preta. Realmente, Tim Burton passou muito tempo dirigindo Batman.



Logo, Peters e Burton começaram então a criar seu próprio roteiro, modificando drasticamente o personagem. O produtor considerava o uniforme azul e vermelho “muito alegre, muito afeminado” e decidiu que este deveria ser todo negro. Tim Burton concordava com essa visão e achava que, além de não voar, deveria ter um “Supermóvel” e poderes elétricos. Foram apresentados vários possíveis novos uniformes, como um com roupa transparente, que deixava os órgãos internos visíveis. Havia até uma armadura alienígena, toda negra.
O novo roteiro mostrava Brainiac como cria de Jor-El, que renegou o computador após o nascimento de Kal-El. O cérebro eletrônico então destruiu Krypton por ressentimento e o pequeno Super foi obrigado a vir a Terra. Anos depois Brainiac chegou aqui e se fundiu a Lex Luthor, criando a amalgama Lexiac. Este e outros roteiros, considerados ridículos pelos leitores dos gibis, foram sucessivamente negados pela Warner.

E recentemente, caiu na internet outra parte das fotos em que mostra a roupa que seria usada no filme "Superman Live" que seria dirigido por Tim Burton e Nicolas Cage como Superman. Confira.










 

CONFIRA AS FOTOS QUE RECENTIMENTE CAÍRAM NA INTERNET DA PRÉ-PRODUÇÃO DE "SUPERMAN LIVE"


Não quero difamar ninguém. Mas esse tipo de roupa não é a cara da Lady Gaga?
Superman Live: 1996 Superman Live: 1996 Reviewed by VR on 13:30:00 Rating: 5

3 comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Dava pra ser o Lord Gago.

    ResponderExcluir
  2. Rapaz todo mundo sabe que o roteiro original seria, extremamente aceito pelos fãs, onde s mexe muito não da nada que preste, a roupa negra e mostrada nos gibis era aceitável para o renascimento de superman e a luta com Apocalypse renderia bastantes efeitos

    ResponderExcluir
  3. Concordo! Superman Live, seria o filme do Superman que ficaria pra história. E o roteiro mostraria vilões que não tinham aparecido nos filmes do Super.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...